quarta-feira, 30 de setembro de 2015

Você é o autor - Android


Nossa experiente comunidade de comentaristas já provou que manja de Windows Phone, produtos e sistemas da Apple, placas de vídeo (esse foi sensacional!) e até de Linux (embora tenha tido mais treta que informação nos comentários. Qualquer dia faremos uma parte 2). Chegou a hora de mostrar todo o nosso conhecimento sobre o sistema do Google para dispositivos móveis.

Meu primeiro Android foi o primeiro Galaxy S (i9000B), que, infelizmente, acabei perdendo, mas já experimentamos, em casa, diversos sabores de Android, desde o 2.2 (Froyo) até 5.1 (Lollipop).

Já rolou aparelho Samsung, Sony Ericsson, uma penca de Motorolas, ASUS (inclusive tablet)...enfim, uma zoeyra sem fim.

Para mim, o destaque do Android (que fui ter logo depois de comprar um iPad) é a liberdade de se piratear transferir arquivos à vontade entre dispositivos, como faz o Windows, por exemplo.

Além do mais, ele é todo customizável, e é fácil encontrar tutoriais na internet ensinando a fazer de tudo nele, inclusive trocar de ROM, fazer root etc.

Além do mais, a loja de aplicativos Google Play é bastante conhecida pela enorme quantidade de apps grátis e ainda se pode contar com a Amazon App Store, que todo dia libera um aplicativo pago inteiramente digrátis e, de vez em quando, libera uma penca de aplicativos pagos por alguns dias pra quem pegar.

Google Surface Pixel C: a bola da vez em matéria de tablet
Além disso, tem aqueles (eu incluído) que frequentam certos blogs nefastos das interwebs e pegam o .apk que mais lhe interessa, inteiramente digrátis. Sim, eu faço, mas tenho meus princípios: assim que o app tem alguma boa promoção eu baixo. E, sim: já legalizei digrátis (via Amazon) alguns apps muito bons que eu já usava na piratex edition.

Windows Phone tem essa moleza? Não. Não tem nem app direito. iOS tem essa moleza? Só com jailbreak e toda aquela série de riscos e pequenas cláusulas contratuais.

Nem vou entrar no detalhe da questão dos apps a serem usados porque já falei aqui, aqui e aqui sobre isso.

E vocês? Que experiências têm tido com o Android? Quem mudou de outro sistema para o Android aí? E quem saiu do Android para outro sistema? Expliquem suas razões.

Que apps são imprescindíveis? O que faz o Android se destacar entre os sistemas móveis? Quem curte custom ROM?

Nexus realmente faz A DIFERENÇA?

Vamos lá, galera, o palco é de vocês!


MRJ